» » Você deve pedir demissão? Veja 35 questões para avaliar sua satisfação profissional

Você deve pedir demissão? Veja 35 questões para avaliar sua satisfação profissional

postado em: Artigos | 0

Veja 35 questões para avaliar sua satisfação profissionalVocê anda se questionando se é hora de pedir demissão? Está descontente com a empresa, seu salário, sua carreira? Gostaria de estar fazendo outra coisa? Ou não tem certeza de mais nada?

Pedir demissão não é uma decisão fácil. Há tantos elementos envolvidos que constantemente acabamos adiando essa decisão e vamos empurrando com a barriga. Nossa insatisfação vai crescendo, passamos a viver com apatia e tudo começa a nos irritar.

Mas qual é o momento certo de pedir demissão? Ou, para ser menos dramático, qual é o momento certo de começar a procurar outros ares para dar aquela injeção de ânimo na sua vida profissional?

Para ajudar a responder a essas dúvidas, abaixo estão 35 questões que você deve fazer a si mesmo.

35 questões para avaliar sua satisfação pessoal e profissional

  1. Você admira e respeita seu chefe?
  2. Você gostaria de estar no lugar do seu chefe algum dia (profissionalmente e pessoalmente)?
  3. Você tem tempo para passar com a família e amigos?
  4. Suas semanas são livres para fazer as coisas que você quer?
  5. Você mantém uma rotina regular de exercícios?
  6. Às vezes você acorda mais cedo do que o despertador por que mal pode esperar para trabalhar na ideia que teve?
  7. Você acredita que é possível trabalhar com o que gosta?
  8. Você se pega constantemente com vontade de falar sobre o que você está criando?
  9. Você conhece seus talentos naturais e pontos fortes?
  10. Você usa seus talentos naturais e pontos fortes regularmente?
  11. Você consegue listar 5 ou 10 valores e qualidades que são importantes para você?
  12. Seu trabalho permite que você utilize constantemente esses valores?
  13. Você acredita profundamente nos produtos/serviços que a sua empresa oferece?
  14. Se tivesse R$ 100 milhões você estaria fazendo o mesmo tipo de trabalho?
  15. Às vezes você demora a dormir porque fica ansioso pelo projeto do dia seguinte?
  16. Você costuma ficar tão imerso no trabalho que acaba se divertindo com isso?
  17. Você possui uma lista de objetivos que deseja construir ou alcançar um dia?
  18. O trabalho que você faz o torna uma pessoa melhor?
  19. O trabalho que você faz torna as outras pessoas melhores?
  20. Você faria o seu trabalho de graça?
  21. Você volta descansado das férias e pronto para começar a trabalhar?
  22. Sua esposa/marido ou família acham que você está usando todo o seu potencial?
  23. Você acha que está usando todo o seu potencial?
  24. Você confia nos seus colegas de trabalho?
  25. Você gosta de passar um tempo com seus colegas de trabalho?
  26. As pessoas com quem você passa a maior parte tempo incentivam e encorajam seus sonhos e ideias?
  27. O trabalho que você faz torna o mundo um lugar melhor?
  28. Você está satisfeito com o dinheiro que ganha?
  29. Você acredita na missão e objetivos da sua empresa?
  30. Você tem uma missão e objetivos para si mesmo e seu próprio trabalho – poderia descrevê-los agora se precisasse?
  31. Você acredita ser capaz de qualquer coisa para perseguir seus objetivos?
  32. Você possui algum hobby e interesses secundários que consomem seu tempo fora do trabalho?
  33. Tente lembrar a última vez em que se sentiu realmente empolgado com algo. Você tem essa sensação regularmente (pelo menos uma vez por semana)?
  34. Você possui uma visão e direção claras do impacto que deseja causar nos próximos dez anos?
  35. Pense nos seus objetivos, sonhos e crenças mais fortes. O trabalho que você faz permite usar todo o seu potencial e mostrar tudo o que você é capaz de fazer?

Não existe um resultado correto nem uma somatória de pontos nesse questionário. São perguntas diretas e objetivas, onde as respostas são “sim” ou “não”. É a quantidade de “sim” ou “não” que vai determinar o seu nível de satisfação e se você deve ou não procurar outro emprego.

Se você responder mais “sim” do que “não”, parabéns! Está se divertindo com seu trabalho, sabe balancear sua vida pessoal e ainda está ganhando dinheiro com isso.

Mas se a maioria das suas respostas for “não”, é hora de começar a pensar em trocar de emprego. E rápido! Senão, acabamos nos acomodando e aceitando que a vida é assim mesmo e não podemos fazer nada para mudar.

Mexa-se :)

Veja mais dicas bacanas aqui:

Comente pelo Facebook

comentários

Seguir Emílio Calil:

Editor, Consultor e Palestrante

Jornalista, designer e consultor com mais de 15 anos de experiência em diversos ambientes de trabalho – de agências de propaganda a multinacionais como a Microsoft. Acredita que as pessoas devem fazer o que amam para serem felizes e produtivas, e para isso oferece métodos e projetos que ajudam tanto empresas quanto pessoas. Apaixonado por tecnologia, games e pela cidade de Gramado.
www.emiliocalil.com | emilio@lifebreak.com.br

Participe deste assunto! Deixe seu comentário abaixo: