» » Como se livrar da síndrome do impostor

Como se livrar da síndrome do impostor

postado em: Artigos | 0
Como se livrar da síndrome do impostor
Como se livrar da síndrome do impostor

Você é um profissional criativo de sucesso e não tem problema em vender seu trabalho. As pessoas elogiam seu talento e a renda até aumentou. Ainda assim, dentro de você há uma voz gerando dúvida. Ela pergunta se você é realmente talentoso.

Se você se identificou com a descrição acima, saiba que não está sozinho. De fato, o que você está sentindo é uma coisa muito comum chamada síndrome do impostor, e ela afeta pessoas de todas as idades e modos de vida. Especialistas acreditam que 70% de todas as pessoas bem-sucedidas experimentaram sentimentos associados com a síndrome do impostor em algum ponto de suas carreiras.

O que é a síndrome do impostor?

A síndrome do impostor – um sentimento esmagador de dúvida ou fraude sobre si mesmo – foi oficialmente reconhecida nos anos 1970 pela Dra. Pauline Rose Clance, psicóloga americana que mais tarde escreveu um livro chamado “O Fenômeno do Impostor”. Muitas pessoas que experimentam a síndrome do impostor têm falta de confiança e sentem que, de alguma forma, são uma fraude ou um engodo, independente do seu nível de sucesso. Pessoas com a síndrome do impostor acham que chegaram aonde estão com trabalho duro, sorte ou até decepções, mas nunca com o talento que possuem.

O que causa a síndrome do impostor?

Apesar de não haver nenhuma causa específica ou biológica para a síndrome do impostor, existem algumas circunstâncias em comum ou experiências que resultam no sentimento de se achar um impostor:

  • Uma experiência nova ou transitória (por exemplo: uma promoção, um novo emprego) que causa sentimentos de estranheza e uma dificuldade de colocar esses sentimentos em perspectivas.
  • Noções irreais sobre o que significa ser competente ou uma personalidade perfeccionista.
  • Estar em uma posição ou situação minoritária e sentir que está sendo monitorado de perto (por exemplo: mulheres em cargos de liderança).
  • O “efeito do álbum de fotografia”, ou uma tendência de comparar a si mesmo com pessoas ao seu redor (especialmente se essas pessoas são bem-sucedidas e o sucesso é algo normal entre elas).

Quais são as desvantagens da síndrome do impostor?

Apesar de, obviamente, ser desagradável, a síndrome do impostor causa um sentimento de inadequação que vai além do simples sentimento de ansiedade. Você pode experimentar o seguinte:

  • Uma tendência a procrastinar e se sentir paralisado para começar um novo projeto por medo de fracassar.
  • Recusar oportunidades de trabalho porque tem medo de fracassar ou ter um desempenho ruim.
  • Stress físico e ansiedade, e as repercussões disso na sua saúde.
  • Gastar energia demais no trabalho e ficar sem energia para outras áreas da sua vida.

Como superar a síndrome do impostor?

É importante ressaltar que cada um de nós, seja como funcionário ou empreendedor, está sempre aprendendo e haverá momentos em que questionaremos nossas próprias capacidades.

Mas se você se sente uma fraude constantemente, não jogue tudo para o alto e desista. Em vez disso, existem caminhos a se tomar para combater essa síndrome que vão te ajudar a recuperar sua confiança:

  • Mantenha um registro dos elogios que você recebe, em vez de jogá-los fora. Sempre que se sentir inseguro em relação aos seus talentos, olhe para a lista de elogios. Será difícil negar a forma como outras pessoas enxergam você.
  • Fale com seus mentores e pessoas que você admira a respeito das suas dúvidas. Na maioria das vezes você notará que essas pessoas têm esses mesmos sentimentos – e você sabe o quanto elas são talentosas.
  • Aceite promoções. Recusá-las é a tática mais fácil e confortável. Aceitá-las vai provar a você mesmo que consegue lidar com o novo.
  • Faça uma lista do que você não sabe. Especialistas acreditam que enumerar as coisas que deixam a mente nervosa ajuda a enfrentá-las e, assim, superá-las.

A síndrome do impostor é muito comum e se você está passando por isso, não precisa se sentir sozinho.

Veja mais dicas bacanas aqui:

Comente pelo Facebook

comentários

Seguir Emílio Calil:

Editor, Consultor e Palestrante

Jornalista, designer e consultor com mais de 15 anos de experiência em diversos ambientes de trabalho – de agências de propaganda a multinacionais como a Microsoft. Acredita que as pessoas devem fazer o que amam para serem felizes e produtivas, e para isso oferece métodos e projetos que ajudam tanto empresas quanto pessoas. Apaixonado por tecnologia, games e pela cidade de Gramado.
www.emiliocalil.com | emilio@lifebreak.com.br

Participe deste assunto! Deixe seu comentário abaixo: