» » Veja 7 dicas para começar a fazer o que você ama

Veja 7 dicas para começar a fazer o que você ama

postado em: Artigos | 0

O mundo precisa que você faça o que amaVocê acha fácil descobrir e fazer o que você ama? Uma vez, conversando com um amigo, defendi a ideia de que as empresas devem contratar pessoas apaixonadas por sua marca e produtos, garantindo a motivação necessária para que se ‘vista a camisa’ e lute pelo sucesso. Com o tempo entendi que minha afirmação não estava correta. É preciso, antes, ter paixão pelo que fazemos (e fazemos bem!). A empresa entra em segundo plano.

Não há problema em ser apaixonado por uma marca ou produto. Mas se não for apaixonado primeiro pelo seu trabalho, por aquilo que você faz, não importa o quanto goste de uma empresa e realize o sonho de trabalhar nela, chegará o momento em que perceberá que não era tudo o que você imaginava, ou que o seu trabalho é irrelevante. E vem o desânimo, o cansaço, a desmotivação, etc.

Antes de pensar em qual empresa gostaria de trabalhar, descubra o que realmente você gosta de fazer. Às vezes perceberá que estava indo no caminho oposto.

Mas não é tão simples descobrir o que queremos (e gostamos) fazer. Pode levar um tempo – e vários empregos – até que você encontre o que realmente quer fazer para viver. Para ajudar nessa jornada, seguem abaixo sete dicas que ajudam a refletir sobre como descobrir sua paixão e talento. Não tem a ver apenas com dinheiro, mas em usar suas habilidades para ajudar as pessoas e deixar sua marca no mundo.

  1. Descubra sua paixão. Tudo é questão de amor e de descobrir o que faz você se sentir vivo. Pergunte a si mesmo: “No que eu estou interessado?”, “Sobre qual assunto eu poderia falar por horas e horas?” e “O que eu faria de graça?”.
  2. Descubra sua força. Estamos procurando coisas em que somos naturalmente bons e temos talento nato para isso. É uma contribuição dos seus dons para o mundo. Comece perguntando a familiares, amigos e colegas três coisas nas quais eles acham que você é naturalmente talentoso.
  3. Descubra seu valor. Um ponto chave da jornada é encontrar a interseção entre o que você é bom e pelo quê as pessoas estariam dispostas a lhe pagar. Enquanto não encontrar uma forma de ser pago para fazer o que ama, nada mais importa. Gaste um tempo entendendo essa questão. Pense nos benefícios que você daria aos outros com a contribuição do seu talento. Reflita se existe aquela ansiedade desesperada ou paixão envolvida no que você está oferecendo.
  4. Assuma um compromisso. Mais do qualquer outro motivo, as pessoas falham ao tentar o sucesso porque falham em se comprometer. Pensar “Eu não sei” ou “Talvez outra hora” não vai te fazer viver daquilo pelo qual você é apaixonado para fazer. É necessário um comprometimento inflexível para poder mudar a si mesmo. Em vez de pensar “Eu não sei”, experimente “Eu vou aprender”. Lembre-se de que os caminhos são trilhados precorrendo-os.
  5. Tenha força para mudar. Mesmo que você queira mudar seu jeito por si próprio, é difícil largar certos hábitos. Muitos de nós temos a ideia de que o “trabalho não deve ser divertido”. Derrubar essa crença pode ser difícil, mas seguir em frente em uma nova direção é recompensador.
  6. Do que você abrirá mão? Você pode achar que não tem tempo para trilhar uma nova jornada. E tem razão. Não terá tempo a menos que crie seu próprio tempo. Existem montes de tarefas que agendamos desnecessariamente. O mundo não vai acabar se fizermos outras coisas. Liste todas as suas atividades e selecione aquelas de que abrirá mão para conseguir o tempo para sua nova jornada.
  7. Você dirá ‘Sim’ para si mesmo? Você pode querer ser escritor, dentista, pintor ou palestrante. Se você sabe que é isso o que deseja fazer, então permita-se chamar a si mesmo disso – ainda que não esteja estabelecido no ramo ou que essa não seja a sua ocupação principal. Aproprie-se da sua paixão, completa e incondicionalmente.

Pronto para colocar essas dicas em prática? Deixe sua opinião nos comentários e conte o que está fazendo para mudar sua vida.

Veja mais dicas bacanas aqui:

Comente pelo Facebook

comentários

Seguir Emílio Calil:

Editor, Consultor e Palestrante

Jornalista, designer e consultor com mais de 15 anos de experiência em diversos ambientes de trabalho – de agências de propaganda a multinacionais como a Microsoft. Acredita que as pessoas devem fazer o que amam para serem felizes e produtivas, e para isso oferece métodos e projetos que ajudam tanto empresas quanto pessoas. Apaixonado por tecnologia, games e pela cidade de Gramado. www.emiliocalil.com | emilio@lifebreak.com.br

Participe deste assunto! Deixe seu comentário abaixo: