» » O que podemos aprender com as crianças

O que podemos aprender com as crianças

postado em: Artigos | 0
O que podemos aprender com as crianças
Podemos aprender lições valiosas com as crianças.

Quantas vezes falamos que daríamos tudo para ser criança de novo? Ou ficamos lembrando saudosistas de recordações da infância dizendo: “Como eu era feliz“. Por que não podemos ser felizes assim hoje, adultos?

Quando éramos crianças sonhávamos em ser astronautas, bailarinas, veterinários, ter oito filhos, acabar com as guerras! Na verdade não só desejávamos como acreditávamos realmente que conseguiríamos realizar tudo isso. O que mudou?

Para as crianças não há limites nos sonhos, tudo parece possível. Elas não conhecem a palavra dificuldade ou perigo. É por isso que brincam com fogo e outras coisas perigosas que tanto assustam os adultos.

A criança vê em pequenos gestos grandes atitudes, por isso costuma considerar o pai e a mãe verdadeiros heróis. Dão valor para aquilo que o dinheiro não pode comprar: Felicidade, paz, companheirismo, amizade, família.

Mas quando chegamos na fase adulta, os sonhos se tornam cada vez mais difíceis de realizar, deixamos de acreditar, de ter fé. Fé nas pessoas, no mundo, mas principalmente em nós mesmos.

A verdade é que temos muito a aprender com os pequenos, mas a correria do dia a dia faz com que não percebamos as qualidades e as lições que eles nos ensinam e que devemos carregar sempre conosco.

Por isso que tal aproveitar o Dia das Crianças para refletir e mudar algumas atitudes? Por que não voltar a sonhar e ser feliz com o desprendimento de uma criança? Busque a força interna da criança que ainda habita em você.

Lições que devemos (re)aprender com as crianças

Experimente coisas novas. A maioria das crianças não tem medo do novo. Andam pela primeira vez de bicicleta sem rodinhas, nadam pela primeira vez em uma piscina sem medo, ainda que tropecem ou engulam um pouco de água, não se assustam, não param de tentar e de descobrir novas sensações. Não ficam com medo do novo.

Por isso, faça algo novo! Não tenha medo nem ache que é velho demais. Arrisque-se e sentirá de novo aquele empolgante frio na barriga de quando era criança.

Ria de si mesmo. Você conhece o ditado: “Rir é o melhor remédio para a alma“. É verdade, as crianças estão sempre rindo delas mesmas ou de situações, por menores que sejam, por isso estão sempre felizes, sem rancor ou mágoa. Estão leves.

Dê mais risada, olhe à sua volta e veja quanta coisa passa despercebida pelo fato de estarmos sempre sérios ou estressados.

O riso melhora a agilidade, criatividade e memória. Por isso ria, ria muito na vida!

Brinque. As crianças sempre estão jogando, seja futebol, jogos de tabuleiros, vídeo games, não importa. Elas estão sempre brincando, distraindo a mente, recarregando a bateria.

Por isso, tire um tempo para jogar, se dedicar a hobbies ou qualquer atividade divertida. A vida não se resume apenas a trabalho e ganhar dinheiro. Brincar lhe rejuvenescerá, mudará o seu olhar da vida, pois você lembrará que para ser feliz não é preciso muita coisa.

Não tenha vergonha de chorar. Todos já presenciamos uma criança chorar em um supermercado porque não ganhou o que pediu para a mãe, ou em um parque porque levou um tombo. A verdade é que as crianças não sentem vergonha de chorar, de mostrar seus sentimentos.

Quando nos tornamos adultos, passamos a suprimir nossas emoções. Esquecemos que algumas vezes a alegria não vem sem uma dor.

Existem situações que as coisas saem do controle e nos fazem chorar, seja um amigo que nos desaponta, um cliente que grita conosco, um chefe que nos maltrata ou quando não recebemos um dinheiro que tanto esperávamos para pagar as contas.

O choro é outro remédio para a alma, pois ajuda a aliviar o ódio, mágoa ou qualquer outra frustração.

Não precisamos ser fortes sempre, o choro não diminui nossa capacidade e tampouco nos torna frágeis.

Por isso chore e sinta-se mais leve e revigorado para a próxima luta.

Sonhe. Permita-se sonhar, resgate a força da criança que existe em você e busque realizar seus sonhos, sem temer os obstáculos do caminho.

Não construa uma vida de frustações por não ter tentando ou não ter feito. Divida os seus sonhos em etapas e veja o que é necessário para realizar cada etapa, como se fosse um degrau de uma escada que vai fazer com que alcance aquilo que realmente deseja.

Quando o medo surgir, não deixe que ele seja o condutor da sua vida, pois o medo paralisa. Siga em frente mesmo assim, ainda que mais cautelosamente, mas não pare.

Tenho certeza que dentro de vocês há sonhos que perderam as asas, que hoje parecem sem lógica, mas que mesmo assim há o desejo de realizá-los. Por isso corra, sonhe, faça!

Volte a ser criança para conquistar e superar os medos e realizar os seus sonhos.

Você se permite ser criança às vezes? Consegue reservar momentos para brincar despreocupadamente seja qual for sua idade? Que tal começar AGORA uma atividade divertida?

Veja mais dicas bacanas aqui:

Comente pelo Facebook

comentários

Seguir Aline Guedes:

Consultora e Editora

Formada em Direito pela Universidade São Judas, apaixonada pela vida, por moda, por fotografia e gastronomia funcional. Gosta de lidar com pessoas, buscando extrair sempre o melhor delas. Acredita que a felicidade e a paz interior são os melhores estimulantes da criatividade. Ama incondicionalmente todos os cachorros do mundo. www.vidacomtempero.com.br | aline@lifebreak.com.br

Participe deste assunto! Deixe seu comentário abaixo: