» » O que podemos aprender com o fracasso

O que podemos aprender com o fracasso

postado em: Artigos | 0

“Eu posso aceitar o fracasso, todo mundo fracassa em alguma coisa. Mas eu não posso aceitar não tentar.” — Michael Jordan

O que podemos aprender com o fracassoNum belo dia você tem uma ideia fantástica e fica absolutamente empolgado para começar seu novo projeto… mas parece que tem algo te segurando. De alguma forma você sempre encontra uma razão para procrastinar e se ocupar com outras coisas menos importantes. Seria um sinal de que você tem medo do fracasso? Afinal, sua ideia não é segura e estável como a maioria das coisas que você fez até hoje. E sim, existe a chance de fracassar. O que seus amigos vão pensar? Eles rirão de você, vão ridicularizá-lo ou algo parecido?

Sua ideia em relação ao fracasso pode estar completamente errada

Desde pequenos somos ensinados que é ruim cometer erros e que eles precisam ser evitados a qualquer custo ou haverá consequências desagradáveis. A verdade, entretanto, é que falhar e cometer erros são parte necessária do sucesso e não podem ser evitados. O fracasso só pode ser evitado se você permanecer na sua zona de conforto pelo resto da vida, sem nunca progredir ou aproveitar a sensação emocionante de crescimento contínuo. Mas não é isso o que você quer, certo?

As pessoas bem sucedidas são grandes ‘fracassos’

Sim, a maioria das pessoas bem sucedidas são aquelas que falharam mais. Com cada fracasso você cresce, se torna maior, aprende coisas novas e importantes e chega mais perto de alcançar seus objetivos. Grandes sonhos e grandes metas só podem ser alcançados se você estiver disposto a falhar – de novo e de novo.

Aprenda com as pessoas bem sucedidas e adote atitudes semelhantes em relação ao fracasso.

Após um bom tempo pesquisando sobre o assunto, o escritor americano Robert Spadinger encontrou um padrão de comportamento nas pessoas bem sucedidas que pode ser muito útil para reavaliar nossas atitudes diante do fracasso. Veja abaixo os pontos em comum que ele lista.

Pessoas bem sucedidas sabem que:

  1. O fracasso é uma parte integrante do caminho para o sucesso e realização pessoal.
  2. Sempre que você sai da sua zona de conforto e tenta algo novo, o fracasso é inevitável.
  3. Cada fracasso lhe aproxima dos seus objetivos.
  4. O fracasso é um grande professor e lhe permitirá aprender as lições mais valiosas da vida.
  5. Cada fracasso lhe torna mais forte, maior e melhor.
  6. Não há problema em cometer erros desde que você aprenda com eles e evite repeti-los.
  7. O fracasso ensina que uma determinada abordagem pode não ser a ideal para uma situação e que é preciso buscar outras maneiras.
  8. Pessoas bem sucedidas nunca rirão de você ou o julgarão porque você falhou, pois elas já estiveram nessa situação e conhecem as lições valiosas desse processo.
  9. Não importa quantas vezes você falhar, jamais será um fracassado enquanto não desistir.
  10. A cada vez que você falhar, seu medo do fracasso será menor, o que o levará a desafios maiores.

Se você REALMENTE deseja o sucesso, se quer fazer algo especial, se quer realizar seus sonhos, então uma coisa é absolutamente certa: o fracasso é inevitável. Mas ele não machuca tanto assim. Com a atitude certa é possível transformar a ‘arte do fracasso’ em uma aventura interessante. Se você ainda está preso no velho conceito de que “falhar é errado e precisa ser evitado”, Spadinger recomenda ler biografias de pessoas bem sucedidas e ver quantas vezes elas fracassaram no caminho para o sucesso. Você ficará chocado ao notar que o fracasso é frequente em suas vidas e verá como elas tomaram atitudes positivas em relação a isso.

Como você reage ao fracasso? Você tem alguma abordagem específica para superar rapidamente suas falhas e continuar em direção ao sucesso?

Veja mais dicas bacanas aqui:

Comente pelo Facebook

comentários

Seguir Emílio Calil:

Editor, Consultor e Palestrante

Jornalista, designer e consultor com mais de 15 anos de experiência em diversos ambientes de trabalho – de agências de propaganda a multinacionais como a Microsoft. Acredita que as pessoas devem fazer o que amam para serem felizes e produtivas, e para isso oferece métodos e projetos que ajudam tanto empresas quanto pessoas. Apaixonado por tecnologia, games e pela cidade de Gramado.
www.emiliocalil.com | emilio@lifebreak.com.br

Participe deste assunto! Deixe seu comentário abaixo: